Electronic Arts registra patente de recurso rápido e veloz para Correção de Bugs nos jogos

Electronic Arts registra patente de recurso rápido e veloz para Correção de Bugs nos jogos

Um sistema que seria bastante útil em Cyberpunk 2077
#Games Publicado por Billy Butcher, em

Uma nova patente registrada pela Electronic Arts pode potencialmente acelerar a correção de bugs no futuro, ajudando os desenvolvedores a refinar os jogos mais rapidamente.

Embora não seja difícil imaginar todos os tipos de jogos que poderiam se beneficiar de tal sistema, um candidato principal é Cyberpunk 2077, que muitos consideraram virtualmente impossível de jogar no lançamento devido ao excesso de bugs.

Quando foi lançado, os fãs zombaram do Cyberpunk 2077 por dois motivos principais. Por um lado, a história e o mundo do jogo não combinavam com a narrativa não linear dinâmica que muitos esperavam.

Embora Cyberpunk 2077 ofereça um final secreto, o caminho para alcançá-lo não é intuitivo e a escolha do jogador tem menos impacto na gama de opções de finalização do que muitos esperavam. A segunda razão foi o enorme número de falhas que os jogadores enfrentaram durante o jogo.

De travamentos de hora em hora a comportamento bizarro de NPCs e softlocks, quase todos que jogaram o jogo encontraram alguns obstáculos não intencionais.

A patente da Electronic Arts diz respeito à detecção de bug "em tempo real". Enquanto um jogador testa um jogo com falhas, a tecnologia pode gravar imagens do jogo e as entradas de controle do jogador.

Isso tornaria mais fácil para os desenvolvedores identificarem quando os bugs ocorrem e como a entrada do jogador afetou a estabilidade do jogo. Isso poderia ajudar jogos como Cyberpunk 2077, visto que a Sony removeu o jogo de sua loja enquanto aguardava uma construção mais estável.

Em jogos de quase todos os tipos, identificar bugs com base nos relatórios dos jogadores pode ser um desafio. Sem nenhuma filmagem da sessão de jogo do jogador, os desenvolvedores precisam tentar replicar os bugs sozinhos, o que pode ser frustrante.

Isso não leva em consideração os desafios que podem ocorrer ao solucionar problemas em jogos como Pokémon Go, em que a localização geográfica do jogador influencia a experiência. Se os desenvolvedores não conseguirem obter um instantâneo da localização exata dos jogadores e outros atributos-chave, eles podem ficar adivinhando o que exatamente deu errado.

Fonte: Game Rant
Billy Butcher
Billy Butcher #BillyButcher

Um grande fã de jogos e filmes dos gêneros Stealth e Ficção-Científica.

Tenho uma paixão imensa pela franquia Metal Gear Solid, na qual considero a minha favorita, porém também sou um grande amante das sagas Halo e StarCraft.

Moderador do Site, Volta Redonda, Rio de Janeiro